domingo, 18 de abril de 2010

Foras

Bem, muito bem . Se você já chegou em mulheres, já levou algum fora. Eu levei, você levou, seu pai levou, seu melhor amigo também, sua irmã já levou, meninas tiradas a pegadoras master já levaram já deixaram de ser comidas por uma sociedade com menos antropofagismo ,até Arthur pegão já levou, mas e daí ? oO’

Bom, o fora acaba jogando a sua moral para baixo, certo? Vem aquela ideia de “cara, eu não consigo chegar nela”, não é? Sim, é normal. O problema é deixar essa sensação te dominar.

Como eu disse acima, o fora é normal. Todas as vezes que você leva um fora, ele acaba por te calejar.
Vou falar sobre uma situação que muito acontece...
~
Eu estava numa festa junina ( risos eternos aqui ) e observei uma menina por ali. Achei que seria legal chegar nela, já que ela era bonita, etc, etc . . .

Então, cheguei confiante e sorrindo, demonstrando bom humor, e tentei começar uma conversa com ela. Fui sumariamente rejeitado. Qual o detalhe equecido?

a) Esqueci de estalar uma nota de cem reais.
b) Esqueci de falar “E aí, mina, tamos nessas carnes?”
c) Esqueci de me fazer de coitadinho.

Se você respondeu alguma das alternativas acima, errou BRILHANTEMENTE. Para início de conversa, mulher que fica com você pelo seu dinheiro,ou pelo seu carro ( risos eternos aqui 2 ) é piriguete. Isso mesmo. PI-RI-GUE-TE. Essas não valem a pena. Talvez eu escreva um artigo sobre elas, não me deixem esquecer.
Chegando com cara de coitadinho, você consegue a repulsa dela. Como dito em um post anterior, mulher não gosta de gente que a deixa mal-humorada.
Chegar com “tamos nessas carnes” era talvez o mais aceito em caso de estar meio alegre já . Se você ficou com alguma menina usando essa cantada, me desculpe, mas... No mínimo ela não era de nível muito alto. ( risos eternos aqui 3 )
Enfim, o que eu esqueci foi de notar SE ELA ESTAVA INTERESSADA EM MIM. Qualquer relacionamento é uma via de duas mãos, não uma vielinha para andar de bicicleta. Não bastava EU estar interessado, ELA também precisava se interessar.

Daí, eu tirei uma lição do fora que levei.

~
Compreenderam? O fora te caleja, te ensina quais ferramentas usar em cada momento.

Então, a partir de agora, utilize o fora como um aprendizado. Não o encare como algo que pode te matar. Lembre-se: quantas vezes a menina vai te ver depois do fora? Uma? Nenhuma? Pois é, então, pra que temer?

Lembre-se: tudo o que fazemos pode levar a um acerto ou um erro.

Boa sorte!

Um comentário:

  1. Gostei, depois vou fazer um post aprofundando isso! (shinoda)

    ResponderExcluir